Resistência ao impacto: Óculos de Proteção

Uma olhada nos padrões e comparação entre eles

download_pdf_button2

Histórico
Historicamente, para óculos de proteção destinados a uso industrial ou ocupacional, o documento determinante para a certificação é o padrão ANSI Z87.1, que existe, em sucessivas atualizações, há quase 40 anos. O Ministério do Trabalho, em seus regulamentos cita especificamente o Z87.1 como o requisito mínimo de desempenho para óculos de proteção, dando a ele o peso de lei. Quando uma avaliação de riscos no local de trabalho indica que existe necessidade de proteção para os olhos/face, esta proteção deve ser fornecida, e deve cumprir o padrão ANSI.

resistencia 1

 
Selecionar óculos que satisfaçam ou excedam vários padrões concederá proteção confiável contra os riscos que estão presentes no local de trabalho.

 
Originalmente, o Z87.1 especificava um teste com uma bola em queda, com a diferença de que o diâmetro da bola era aumentado em 1 polegada para a maioria dos tipos de lentes. Lentes de vidro com pelo menos 3 milímetros de espessura e adequadamente tratadas conseguiam superar este teste. As lentes plásticas também precisavam passar por um teste de penetração em que uma agulha pesada era derrubada de 1,27 metro sobre o produto. As lentes não podiam fraturar-se ou serem perfuradas.
Em 1989, o padrão foi atualizado e foram adicionados testes de impacto elevado e de retenção das lentes ao requisito básico da bola em queda. A tecnologia, particularmente o advento do plástico de policarbonato como material de lentes de alto desempenho, direcionou esta mudança. Tal constituía o reconhecimento de que poderiam ser criados produtos mais robustos, o que beneficiaria aquelas pessoas que precisam de óculos de proteção em locais onde existem riscos significativos de impacto.

Testes ANSI Z87.1
As lentes em todos os protetores devem pelo menos satisfazer um requisito básico de impacto: o teste da bola em queda de 25 milímetros.
Os modelos podem alcançar níveis de impacto "altos", que indicam um desempenho elevado. Os seguintes testes de impacto "alto" aplicam-se às lentes, assim como às armações ou embalagens dos produtos:
• É conduzido um teste de retenção de lentes através de um impacto de "massa alta". Um projétil pontudo de 500 gramas é jogado de 1,27 metro sobre o protetor completo montado sobre uma cabeça de manequim. Nenhuma peça deve sair da parte interna do protetor, as lentes não podem sofrer fraturas, e devem manter-se dentro da armação ou embalagem do produto. Este teste é uma boa medida da força do produto, simulando um golpe como o de uma ferramenta que desliza da superfície de trabalho ou quando as lentes colidem com objetos parados.
• É conduzido um teste de alta velocidade, em 20 pontos de impacto especificados, em que o projétil é uma bola de aço de 6,3 milímetros viajando em velocidades específicas dependendo do tipo de protetor. Para óculos, a velocidade é 164 km/h. Os critérios de aprovação/reprovação são os mesmos que para o teste de massa alta, mas nenhum contato com o olho da cabeça de manequim é permitido através de deflexão das lentes. Isso significa simular partículas que seriam encontradas em moagem ou outras operações semelhantes.
Produtos que satisfizerem o padrão básico de impacto devem ser marcados com "Z87" em todos os principais componentes. Os produtos que passarem os testes de impacto "alto" listados acima podem levar uma marcação "Z87+" na(s) lente(s).

 
resistencia 2Desempenho Balístico Militar
Os vários ramos do exército dos EUA reconhecem há muitos anos que ferimentos oculares são um subproduto inevitável de suas muitas atividades. Isto é verdade não só em situações de combate, mas em uma variedade de atividades de suporte nas linhas de voo, em ambientes de manutenção e em operações especiais. É necessária proteção para impacto balístico, proteção química e proteção contra radiação da luz solar e lasers de alta energia.
Nos últimos 5 a 6 anos, o exército dos EUA particularmente promoveu o uso de óculos de alto desempenho como acessórios gerais para todas as tropas destacadas. Um pequeno grupo de produtos, incluindo óculos Uvex Genesis, foram aprovados, e têm sido usados extensivamente no Afeganistão e no Iraque, onde dispositivos explosivos improvisados são uma ameaça constante.

O Exército especifica que os óculos de proteção devem estar em conformidade com o Padrão Militar 662, que especifica uma série de testes de fragmentação balística para diferentes classes de produtos. O teste consiste em disparar um projétil especial simulando estilhaços a uma velocidade específica. O fragmento é cilíndrico e tem uma face angulada que penetra no produto. Para óculos de balística, o fragmento tem calibre 0,15 e a velocidade do projétil é 708 km/h. Neste caso, o protocolo de teste especificado é "V0" (V-Zero). Isso significa que nenhuma (zero) falha de impacto é permitida na velocidade especificada. Os óculos são atingidos uma vez, em um ponto coincidindo com o centro do olho esquerdo ou direito. As lentes não podem quebrar, nem o projétil pode penetrar no olho. A energia de impacto deste teste é cerca de 7 vezes a de uma bola de aço de 6,3 milímetros viajando a 164 km/h (teste de Impacto da norma Ansi Z87.1).
Pode-se questionar se este teste não será muito extremo para óculos destinados principalmente a uso industrial. Porém, podemos olhar para isso pelo prisma do nível adicional de proteção e segurança garantido por produtos que oferecem um desempenho de impacto V0. Por exemplo, o risco óbvio de impacto pode ser partículas geradas por uma operação, como moagem. A ameaça menos óbvia é a explosão da roda de moagem, que pode enviar lascas de material voando em velocidades consideravelmente superiores às dos testes padrões ANSI. Mesmo que muitos óculos possam satisfazer o desempenho mínimo dos padrões da indústria, produtos com melhor desempenho oferecem uma melhor proteção, que pode salvar você no caso de acidentes imprevistos.
Proteção adicional fará sentido, e certamente será apreciada, em outras aplicações, incluindo serviços médicos de emergência, forças policiais e segurança nacional. A combinação adequada de design, materiais e processos de fabricação controlados gerará uma proteção a impactos superior em produtos que são ao mesmo tempo confortáveis e têm alto valor considerando-se o nível de proteção fornecida.
Selecionar óculos que satisfaçam ou excedam vários padrões concederá uma proteção confiável contra os riscos que estão presentes no local de trabalho. Os óculos foram testados rigorosamente quanto a resistência a impactos e outros requisitos, incluindo desempenho óptico e proteção contra radiação, sempre que necessário. Pode-se contar com estes produtos para horas de uso seguro e proteção na maior parte dos ambientes ocupacionais e industriais.

download_pdf_button2